O super sincero

 

Tudo bem que sinceridade é uma virtude, aliás, uma virtude em extinção. Tudo bem que todo mundo procura isso nos relacionamentos sejam eles de quaisquer natureza. Mas ninguém merece aquele tipo "super sincero", sabe, estilo aquele personagem insuportável que o Luís Fernando Guimarães interpreta naquele quadro do Fantástico. Com certeza você conhece aquela figura que vive dizendo "eu sou sincero, eu falo mesmo", e acaba magoando as pessoas com pérolas tipo "Seu cabelo tá horrível", "Você engordou muito de ontem pra hoje", "Essa cor de esmalte não combina com você". E é incrível que esses "super chatos" nunca encontram outro super sincero pra dizer "Pó, mas tu é chato pra cacete, hein, velho!"

Essas "pessoinhas" não entendem que não é esse tipo de sinceridade que as pessoas procuram. Quando as pessoas falam que gostam de pessoas sinceras, elas estão falando que não gostam de pessoas falsas, hipócritas, traíras. Ninguém quer um "super sincero" atrás de você falando dos seus defeitos que você já sabe e de pontos fracos que você não sabia que tinha e preferia ficar sem saber.  Se todo mundo fosse sincero o tempo todo o mundo seria o caos. Imagine só você chegando para o seu chefe e falando tudo que você pensa dele? Ou para a sua sogra?

Existem momentos que não é necessário que você diga tudo o que você pensa. Quem fala tudo o que pensa, não pensa antes de falar. Sinceridade  uma virtude sim, mas use com moderação.

Só na ficção que é engraçado...



Escrito por Bizzz às 20h04
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, French, Livros, Cinema e vídeo
MSN -



Histórico
Categorias
Todas as mensagens
Cousas da vida


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Blog do Lisandro Nogueira
Blog do Zeca Camargo
Blog do Felipe Andreoli
Blog do Rafael Cortez
Memórias de um cantinho particular
Todoprosa
Vísceras Literárias
Blog do Danilo Gentili
Blog do Rafinha Bastos
Blog do Tas
Blog do Luque
PRONTOFALEI.COM.BR
Memórias, paredes e confissões